Encontre-nos nas redes sociais

Maranhão

Aneel aprovou ‘reajuste negativo’ e preço da conta de energia deve cair

Com reajuste negativo, preço da conta de energia deve diminuir

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel aprovou na manhã de ontem (25), um reajuste negativo de (-0,39%), para os mais de 2,5 milhões de consumidores residenciais da Equatorial Maranhão. Com a pandemia, e incentivos do governo federal, a chamada Conta-Covid contribuiu para amenizar o impacto do reajuste em no total de -2,60%, garantindo um amortecimento nos reajustes tarifários.

O efeito médio do reajuste tarifário para o consumidor foi de – 0,01%, sendo 0,09%, em média, para os consumidores conectados na Alta Tensão e de -0,03%, em média, para os consumidores conectados na Baixa Tensão. O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

O diretor da Aneel, Sandoval Feitosa enfatiza a importância do reajuste zero para os maranhenses. “A conta de energia elétrica tem um grande impacto no orçamento dos consumidores residenciais, e principalmente das famílias de baixa renda. A redução trará grandes benefícios à população do estado”, Sandoval Feitosa foi relator do processo na Aneel que suspendeu o corte de energia elétrica dos consumidores residenciais e serviços essenciais durante os meses de maio a julho, no auge da crise da Covid-19.

Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 - Observatório da Blogosfera - Todos os Direitos Reservados.