Dados que apontam mortes em “24 horas” no Brasil estão incorretos

Consórcio de veículos da imprensa está sendo induzido ao erro

 

O Consórcio de veículos de imprensa que faz o monitoramento dos números de mortes diárias (óbitos nas últimas 24 horas), de brasileiros vítimas da covid-19 – está sendo induzido a erro pelos dados informados pelos estados e municípios. O site Observatório fez um levantamento entre os dias 18 e 23 de março deste ano de 2021, e constatou que vários dados informados pelos entes federados e repassados ao consórcio de imprensa são inconsistentes. Estados e municípios informaram mortes “diárias”, via Web Banner (óbitos a confirmar, óbitos atrasados, óbitos acumulados),como se fossem óbitos das últimas 24 horas.

Este número de óbitos diários é explicitamente divulgado apenas nos “Boletins Diários”, que sim, informam a real quantidade de mortes das últimas 24 horas.

O que está ocorrendo em todo o Brasil é que as informações obtidas pelo Consórcio de veículos de imprensa apresentam verdadeiramente, a real quantidade de mortes pela Covid-19, contudo, a relação Óbito diário x óbitos acumulados estão sendo erroneamente repassados aos brasileiros.

Abaixo, apontamos um exemplo simples do erro que vem ocorrendo na divulgação dos dados em todo o Brasil, na qual as informações de óbitos diários mostram determinada quantidade no “Web Banner” divulgado pelos órgãos estaduais ou municipais, e no “Boletim Diário” é totalmente outro, vejamos.

Entre os dias 18 a 23 de março, os Boletins Diários da Secretaria de estado da Saúde, do governo do Maranhão, apontam verdadeiramente, 73 (quarenta e três óbitos), como se pode ver no infográfico 1. Com mortes diárias de 26 óbitos na quarta-feira (18), 17 óbitos na quinta-feira (19),  9 óbitos na sexta-feira (20), 13 óbitos no sábado (21), 4 óbitos na segunda-feira (22) e mais 4 óbitos na terça-feira (23). Estes dados do Boletim Diário não são repassados ou levantados pelo consórcio de veículos de imprensa.

Os dados que o Consórcio de veículos de imprensa divulgam são estes “Web Banner’s” (abaixo), espalhados exaustivamente pelas redes sociais dos estados e municípios, que pela lógica dos banners, apenas entre os dias 18 e 19 de março, de um dia ao outro foram 37 óbitos.  E os números são mais absurdos quando levantados entre os dias 18 a 23 de março, na qual apontam a uma média de 26 mortes diárias por dia no Maranhão.

A triste realidade dos fatos é que verdadeiramente o número total de mortes de brasileiros pela covid-19 é de 298.843 (duzentos e noventa e oito mil, oitocentos e quarenta e três). Vidas de entes queridos que se foram na epidemia. Estes números devem alcançar, ou até mesmo ultrapassar a marca de 300 mil, nesta quarta-feira (24) de março de 2021.

O mesmo levantamento foi realizados em dados dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Amazonas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade