“Doença misteriosa” em cerveja mata um e deixa outras pessoas no hospital

Um homem morreu e outras pessoas ficaram internadas após ingerir cerveja com substância tóxica

Um laudo da Polícia Civil divulgado no fim da tarde de ontem (9), revelou, após exames preliminares, a presença da substância tóxica dietilenoglicol em dois lotes de amostras da cerveja Belorizontina, principal marca da cervejaria artesanal Backer, com sede em Belo Horizonte.

A análise das amostras faz parte de uma investigação conduzida pela polícia sobre a morte de um homem e a internação de outros sete em cidades de Minas Gerais, desde o final do ano passado.

Pesquisar
Publicidade

Arquivos

Copyright © 2021 – Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido Por: JOERI